logo

Arquivos de Março 7th, 2016:

Amor e Fé

  E assim eu vou seguindo nesse amor Que de tanto medo de perder me faz sofrer Vejo a verdade que o amor é dor Mas que sem ele eu não poderia viver.   O maior sustentáculo, porém, para o meu viver Diante das sutilezas e mistérios do amar É a fé que eu tenho no seu querer Que se traduz plenamente no seu olhar.   Fé que se expande nas certezas do destino Que reto, sereno, pleno e convicto Não comete jamais nenhum desatino:   Amor e fé, sem eles o que seria Do ser humano, que apesar de
Leia mais…


Inimigo

  Será que algum dia você já parou para pensar qual é o pior inimigo de uma mulher? Talvez você me diga: já sei! É o Tempo. Ou pense melhor e exclame: Não, não, é a Velhice! Pois eu lhe direi: nada disso caro amigo, o pior inimigo de uma mulher é o ESPELHO. Isso mesmo, o ESPELHO! Mas, você retrucará que, ao longo da História, nas lendas e contos, o espelho aparece sempre como um importante objeto de adoração feminina e por vezes, até como um cúmplice inseparável (lembra da madrasta de Branca-de-Neve ?). Pois é, o espelho traveste-se
Leia mais…


Quero ser escritora de Ficção Científica

  Sou loucamente apaixonada por Ficção Científica. Gosto tanto de ler quanto de assistir, e sinceramente não entendo quem diz odiar o gênero, embora até que faz sentido, pois Ficção Científica ou você ama, ou odeia. Meu primeiro autor foi Júlio Verne, mais especificamente “Vinte Mil Léguas Submarinas”. Quando li pela primeira vez foi como a descoberta de todo um mundo novo, de aventura e fascinação. Logicamente que li quase todos os seus livros, e quando mais velha, passei a admirá-lo mais ainda, por seu pioneirismo – Júlio Verne é considerado o pai da moderna Ficção Científica – e por
Leia mais…