logo

Antologia – I Concurso de Trovas “Bragança Paulista: sua história, sua gente”

lagota

Em 2007, a Academia Bragantina de Letras realizou um concurso de trovas, que tinha como tema: “Bragança Paulista: sua história, sua gente”. Dentre os objetivos, estavam: a produção artística, criação de espaço para novos talentos e levar aos amantes da literatura o nome de Bragança Paulista que tem como perífrase “Cidade Poesia”. O concurso foi extensivo a todas as pessoas interessadas em literatura, podendo cada uma concorrer com até 3 trovas inéditas e de acordo com o tema.

A trova é a obra literária composta de quatro versos rimados, com sete sílabas cada um. Os trabalhos concorrentes foram entregues até 30 de março de 2007, no Clube Literário e Recreativo de Bragança Paulista ou pela internet. Veja abaixo alguns destaques do concurso: 

 

ouroPrimeiro Lugar:

Nas suas ruas estreitas
Estão as minhas memórias
Lembranças que foram feitas,
“Pedaços da minha história”.

José Solha.

 

ouroSegundo Lugar:

A poesia decidiu
Vir morar no interior
E Bragança a seduziu
Com lindos versos de amor.

Lóla Prata.

 

ouroTerceiro Lugar:

Vejo em Bragança Paulista
glória de um povo forte,
com destaque na conquista
da Educação e do Esporte

Antônio Seixas.

 

Menção Honrosa:

Virar de novo criança,
Genial se conseguisse,
Entender nossa Bragança,
Desde minha meninice.

Alice Gauto de Moraes.

 

Menção Honrosa:

Gente com simplicidade,
E desde sempre foi assim,
Bragança, minha cidade,
Desperta o orgulho em mim.

Carina S. Guimarães de Oliveira.

 

Menção Honrosa:

Bragança tem tanta história!
Todas, guardo na memória:
Da infância – muita alegria!
Da juventude – poesia!

Maria Cristina Cacossi Capodeferro.

divisoria4png